Tecnologia Dry: o que é e onde usar

16/06/2020

Quando falamos sobre peças de roupas voltadas para o esporte e a prática de atividades físicas, um dos primeiros termos que surgem em nossa mente é a Tecnologia Dry, comumente chamada de Dry Fit, termo este que é uma marca registrada da Nike para seus tecidos de microfibra. A principal característica desse tipo de tecido esportivo é que ele não retém líquido, como o suor, invés disso, o líquido se espalha em sua superfície em contato com o ar, evaporando rapidamente, proporcionando assim mais conforto em atividade física, livre daquela sensação incômoda causada pela umidade do suor.

Apesar do termo Dry Fit ser uma marca da Nike, este tipo de tecnologia têxtil é acessível a todo o mercado. Sua principal característica, de evaporar o suor rapidamente, é comum às fibras sintéticas finas e longas, conhecidas microfibras. Assim, é comum que toda indústria têxtil que atenda ao segmento de roupas esportivas ou fitness apresenta sua própria tecnologia Dry, da Adidas, por exemplo, se chama ClimaCool, da Reebok é Play Dry.

A Ramatex possui diversos tecidos desenvolvidos com a tecnologia Dry, confira:

Composição da tecnologia Dry

O tecido de microfibra é composto por uma mistura de tecidos sintéticos, como o poliéster ou poliamida e elastano, com a fibra bastante fina. A poliamida, é uma fibra mais nobre que o poliéster, apresentando um toque mais macio e tratamentos anti fungos e antibacteriano mais eficazes. Além disso, tem a capacidade de absorver o suor em 4%, enquanto o poliéster não chega em 1%.

Diferente do que se encontra no mercado, o poliéster da Ramatex é produzido com fios de microfibra mentados de primeira qualidade em teares especiais e extremamente finos. Além disso, os processos e corantes de alta qualidade possibilitam ter um produto final com toque, caimento e maciez diferenciados para a confecção do produto final.

Existem muitas variações de poliamida e poliéster, mas quando se trata de tecidos com tecnologia Dry, a poliamidas é superior.

Principais vantagens do tecido com tecnologia Dry

principais-vantagens-do-tecido-com-tecnologia-dry

Além da agilidade em absorver líquidos, como o suor, transportando-o para a evaporação em sua superfície, mantendo a peça seca, outros fatos contribuem para a sensação de conforto proporcionado pelo uso de peças de roupas produzidas com tecnologia Dry. Flexibilidade, leveza, resistência e controle térmico, também são algumas das principais vantagens deste tipo de tecido.

Aumento na performance em atividades físicas

O conjunto de vantagens proporcionadas pelo tecido com tecnologia Dry favorece o aumento no desempenho durante a prática de atividades físicas, tanto em esportes profissionais, quanto nas práticas causais e nos treinos do dia a dia. Assim, as peças produzidas com essa tecnologia são recomendadas para todos os tipos de exercícios físicos, principalmente aqueles de longa duração, nos quais a regulagem da temperatura corporal é fundamental. Dessa forma, para praticantes de corridas, caminhadas ou de futebol, por exemplo, este tipo de tecido é ideal.

Aplicações do tecido com tecnologia Dry

Como já mencionado anteriormente, as peças produzidas com este tipo de tecido são ideais para a prática de atividades físicas, atendendo com eficácia as necessidades do segmento de esportes e o mercado fitness. Pode ser aplicado em blusas, camisetas, regatas, ou mesmo em detalhes de peças casuais, podendo também ser aplicado em peças do segmento moda praia.

Agora que você já sabe o que é a tecnologia Dry, suas principais vantagens e aplicações, é hora de colocar em prática, escolhendo esse tipo de tecido para compor suas coleções voltadas para o segmento esportivo e ao mercado fitness.

Até a próxima!

16/06/2020

© 2021. Todos os direitos reservados.